quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

The Ordinary | Skincare de "luxo" a preços de supermercado! WHAT?!

Depois de alguma ausência de posts, venho hoje falar-vos de uma marca que conheci recentemente, e que me deixou doida!

Sigo regularmente o Youtuber Wayne Goss, que tem andado a gritar ao mundo o quanto esta marca é fantástica e, acima de tudo, quase tão barata quanto a chuva! :D


Falo-vos concretamente da "The Ordinary", uma das marcas do fabricante DECIEM que surge no sentido de disponibilizar ingredientes de qualidade e cientificamente provados, em percentagens que funcionam, num produto acessível a qualquer carteira, literalmente! Trata-se de utilizar fórmulas sem ingredientes luxuosos e caríssimos, mas que são humildes e verdadeiras no sentido de terem os principios activos exclusivamente necessários e nas quantidades que funcionam. Todos os produtos DECIEM, em todas as marcas, são livres de parabenos, sulfatos, óleo mineral, methylchloroisothiazolinone, methylisothiazolinone, óleos animais, cloreto de benzalcónio, corantes de alcatrão de carvão, formaldeído, mercúrio, oxybenzone. 

O que isto tudo quer dizer? Que muitas vezes as marcas pegam em ingredientes activos, como o Ácido Hialurónico, Vitamina C, AHA's, entre outros, e enchem o produto de outros ingredientes XPTZ só para terem a desculpa de cobrarem dezenas ou, por vezes, centenas de euros por um frasquinho. Frequentemente estes ingredientes activos nem constam nessas fórmulas em % suficiente para ter o efeito esperado. Muitas vezes nem sabemos para que servem grande parte dos ingredientes, ou nem existem estudos suficientes que provam a eficácia dos mesmos.

A Caroline Hirons teve oportunidade de entrevistar o fundador da marca, cujas respostas podem ver aqui. Acho a entrevista profundamente esclarecedora, e explica o que está por detrás da filosofia da marca e do preço!

Portanto, "The Ordinary" é verdadeiramente uma marca revolucionária, não por ter lançado no mercado produtos com ingredientes revolucionários, pois estes ingredientes são já clinicamente comprovados há muito tempo e amplamente utilizados em produtos de skincare, mas por tornar acessíveis esses produtos, com fórmulas simples que têm o suficiente para serem eficazes. Os produtos vão desde os 4 aos 10 euros, em média.

Esta é a ideia geral da marca, mas aconselho a verem vídeos de reviews no Youtube, e certamente ficarão mais esclarecidos :) Também poderão perceber que não é apenas o preço que é elogiado na marca, mas a sua eficácia real em pessoas reais, e isso é um óptimo sinal!

*Onde encontrar?*

Poderão ver os produtos que a marca disponibiliza actualmente através do site da DECIEM, onde têm também loja online com envio internacional. Os portes de envio não chegam a 5 euros, e são grátis em compras acima de 25 euros :)

Exusado será dizer que já fiz a minha primeira encomenda. A marca avisa desde logo que devido à elevada procura, a sua capacidade de resposta está aquém do habitual. A minha encomenda demorou 4 dias a ser enviada, e está neste momento a caminho da minha morada. 

*Que produtos escolhi?*

Deixem-me dizer-vos que quando decidi experimentar os produtos, fiquei muito confusa com a quantidade de fórmulas diferentes que a marca disponibiliza... e dá a sensação de que precisamos de todas! Mas tal não seria bom para a minha pele.

Partindo do príncipo que não queria a minha pele sobrecarregada e "confusa", e tendo em conta as minhas principais preocupações: manchas, poros obstruídos, poros dilatados, oleosidade, borbulhas ocasionais, fui vendo reviews no Youtube, e finalmente tomei a decisão:

1) The Ordinary High-Adherence Silicone Primer - 30ml (EUR 4,90)



O Youtuber Wayne mencionou este primer num dos seus últimos vídeos. Diz ser um dos melhores primers de sempre (sendo que ele nem sequer é muito fã deste tipo de produtos) e que fica lado a lado com os primers de diversas marcas de referência. Para mim, o melhor primer de sempre é sem qualquer sombra de dúvida o "Ever-Matte Poreless Priming Perfector" da marca Becca - review aqui. Um excelente primer para controlo de oleosidade que também disfarça os poros. Já vou na minha 2ª embalagem de 40ml, e pretendo recomprar. O preço é salgado (30-35 euros), mas para mim vale cada cêntimo.

Vendo a review do Wayne, claro que tive de experimentar o The Ordinary. Por 5 euros, quem consegue resistir? Se for tão eficaz, adeus Becca! :) Se não for, não perco muito...

2) The Ordinary Niacinamide 10% + Zinc 1% (EUR 5,90)


A niacinamida (Vitamina B3) é indicada para reduzir borbulhas e congestão da pele. É combinada com zinco para equilibrar a produção de sebum na pele. Muitas reviews tecem elogios a este produto, pelos resultados incríveis e rápidos na redução do tamanho dos poros! Quero!

3)  The Ordinary Azelaic Acid Suspension 10% - 30ml (EUR 7,20)




Já tinha experimentado anteriormente este género de ácido num sérum da Sesderma mas não notei grandes diferenças. Decidi experimentar este pelas reviews e pelos resultados que promete. Reduz imperfeições e melhora visivelmente a textura da pele, que fica mais uniforme. É tambem um antioxidante muito eficaz. É frequentemente recomendado para pessoas com rosácea, pois reduz a inflamação e a vermelhidão que lhe é associada. Reduz a actividade da bactéria que causa acne. Ajuda a regular a produção das células que causam poros obstruídos, e reduz as manchas de hiperpigmentação.

Pretendo utilizá-lo na minha rotina nocturna.

4)  The Ordinary Advanced Retinoid 2% - 30ml (EUR 9,80)




A minha curiosidade com os reinoides já tem algum tempo, mas nunca cheguei ao ponto de gastar os balúrdios que geralmente pedem por um. Comprei o creme Ketrel na farmácia, mas só o utilizo nas borbulhas para ajudar a secar mais rápido, porque tenho receio dos efeitos que pode ter na pele por ser uma fórmula muito concentrada e forte na pele.
Regra geral este tipo de produtos tem excelentes efeitos na pele, mas com efeitos secundários indesejáveis; irritação, vermelhidão e escamação da pele.

Optei por experimentar o The Ordinary porque a marca alega que o ingrediente que utiliza não precisa de ser convertido na forma activa da Vitamina A na pele, o que o torna mais eficaz no tratamento de hiperpigmentação e rugas que outros retinoides disponíveis no mercado, mas sem causar irritação. Adicionalmente ajuda também a aumentar a produção de colagéneo na pele.

Pretendo utilizar este sérum à noite cerca de 2 ou 3 dias por semana.

5)  The Ordinary Natural Moisturizing Factors + HA (EUR 5,80)



Há algum tempo que não uso regularmente um hidratante facial básico. Ando a terminar um conjunto de produtos, sendo que o mais básico é o Gel da Clinique, que continuo a gostar muito. De manhã, o meu protector solar serve de hidratante (ISDIN Fusion Water).

Perante o conjunto de produtos, sobretudo seruns, que pretendo adicionar na minha rotina, decidi encomendar um hidratante básico, para colocar à noite após os tratamentos, para manter a pele hidratada e confortável.

*A minha opinião*

Este post foi apenas uma apresentação da marca. A minha opinião vai ter de ficar para outro post, depois de experimentar os produtos tempo suficiente para formar uma opinião. :) Fiquem atentos!




sábado, 9 de abril de 2016

Review - O Campeão Anti Oleosidade: Primer Becca Ever-Matte Poreless Priming Perfector

Apresento-vos o verdadeiro campeão do controlo da oleosidade, de sempre.



Depois de anos e anos de pesquisa e uma "modesta quantia" gasta em produtos matificantes sem sucesso, finalmente encontro aquele que corresponde a todas as minhas expectativas e que já não consigo viver sem...

Ingredientes:
Water, Magnesium Aluminum Silicate, Propylene Glycol, Phenoxyethanol, Methylparaben, Propylparaben, Butylene Glycol, Enantia Chlorantha Bark Extract, Oleanolic Acid.

A fórmula foi uma das primeiras coisas que me chamou a atenção neste produto. Não tem óleos nem silicones, o que significa que não tem aquela textura escorregadia típica dos primers de silicone, que me deixam com a sensação de que se tem "algo" na pele e que a tornam oleosa em menos de três tempos. 

O ingrediente que me chamou mais a atenção foi o Magnesium Aluminum Silicate.

Quem sofre de pele oleosa certamente já ouviu falar do Leite de Magnésia da Phillips. O hidróxido de magnésio presente na formulação deste produto absorve a humidade, e quem diz humidade diz excesso de óleo. Milhares de pessoas com pele oleosa conseguiram um verdadeiro milagre anti-oleosidade com a sua utilização, e por isso é tão recomendado na internet.
Apesar de muitas pessoas o utilizarem regularmente sem problemas, não é um produto próprio para aplicar na pele, e por isso a sua utilização também é bastante criticada. O seu PH situa-se entre 10 e 11, enquanto o da pele é de aproximadamente 5, o que significa que a sua aplicação regular prejudica a barreira lipídica e as defesas naturais da pele, causando problemas com bactérias, acne, dermatite de contacto, entre outros.

O Magnesium Aluminum Silicate utilizado nos cosméticos funciona de forma semelhante. É uma espécie de "argila" que absorve o excesso de humidade. 

Por serem ingredientes com funções tão semelhantes, achei que este primer seria com certeza algo que valesse a pena experimentar.



Porque o comprei:
Desde a puberdade que tenho a pele extremamente oleosa e acneica. O acne ficou praticamente resolvido com um tratamento de Isotretinoína que documentei no meu outro blog. Era suposto o tratamento secar a pele ao extremo, mas na verdade fiquei com a pele normal a seca. Bastava usar um hidratante mais especifico para sentir a pele mais confortável. Nada de oleosidade, nada de pele brilhante... 

Dois meses depois de terminar o tratamento, a oleosidade voltou praticamente ao nível de antes, para minha grande infelicidade.

Cerca de 1 a 2 horas depois de aplicar os produtos de rosto e maquilhagem de manhã, os primeiros sinais de oleosidade começam a aparecer. Sinto a pele oleosa ao toque e os brilhos são notórios, em especial na zona T. A partir daí, de hora a hora tenho de pressionar um papel absorvente para absorver o excesso de oleosidade. Não reaplico qualquer maquilhagem porque não gosto de empilhar produtos em cima de óleo, acho que só piora o resultado e o aspecto da pele. Resumindo, tenho de estar sempre com a preocupação de retirar o excesso de oleosidade, e mesmo assim estou constantemente consciente do aspecto oleoso e brilhante da minha pele. :( Esta situação acaba por afectar a minha autoestima, quer no ambiente de trabalho, quer entre amigos.. 

Até agora, nestes 14 anos de pele oleosa, nenhum produto controlou eficientemente a produção de oleosidade na minha pele... todos os produtos que experimentei neste campo simplesmente limitaram-se a não estimular a produção de óleo, o que já é alguma coisa, mas não o que procuro! Para isso tenho os restantes cuidados de rosto: limpeza, tonificação, hidratação...




Aplicação:
- O que a marca aconselha: "Pode ser usado antes ou depois da base. Para aplicar, aqueça uma pequena quantidade nas mãos e pressione nas áreas específicas do rosto que precisam do controlo de oleosidade, como a zona T. Deixei o produto secar antes de proceder com a aplicação de maquilhagem. Para retoques durante o dia, aqueça o produto nas mãos e aplique nas zonas oleosas por cima da maquilhagem."

Este não é de todo um primer comum, principalmente na forma de aplicar. Convém seguirmos as instruções da embalagem à risca, caso contrário além de não funcionar pode ficar com um aspecto bastante estranho na pele. Das revisões que tenho lido, e da minha própria experiência, posso dizer que não funciona da mesma forma para toda a gente, e pode até nem combinar com alguns produtos que apliquemos antes ou depois. Aconselho a experimentarem de várias formas até encontrarem a combinação de produtos e forma ideal de aplicação, que produza os melhores resultados para o vosso caso.

Depois de algumas utilizações, consegui encontrar os métodos de aplicação que dão o efeito pretendido. Apesar de estar um pouco céptica à utilização de um primer por cima da maquilhagem, vi-me obrigada a experimentá-lo depois de não conseguir o tal efeito matificante prometido. 

- A minha aplicação:

Método 1: Depois de finalizada a maquilhagem com pó, retiro uma quantidade mínima (menos é mais) do tubo e aqueço o produto entre os dedos até formar um liquido aquoso. Depois pressiono o produto com os dedos, começando no nariz e depois nas zonas ao lado do nariz. Repito o processo para a zona da testa. 
Quando utilizo base em pó, aplico primeiro uma fina camada de pó finalizador na zona T antes de aplicar o primer. Depois do primer secar, aplico a base em pó. Este método não funciona com todos os pós. Os pós compactos são os mais indicados. De todas as técnicas que experimentei esta é de longe a mais eficaz a controlar a oleosidade, principalmente no Verão, sendo que as bases mais indicadas são as de textura mais fluida, com acabamento semi mate.
Quando, por falta de cuidado ou excesso de quantidade aplicada, a pele fica com um aspecto esbranquiçado e seco, molho a minha Beauty Blender (pode ser com água termal) e pressiono na pele.

Método 2: Outro método de aplicação que funciona para mim é a aplicação com um pincel pequeno com movimentos circulares (utilizo o Setting Brush da Real Techniques), zona por zona com pequena quantidade de cada vez.

Método 3: O método que embora não tenha um efeito anti oleosidade tão bom, deixa a pele com aspecto muito uniforme e com os poros disfarçados, é a utilização massajando rapidamente nas zonas que pretendo matificar, sem utilizar hidratante. Este método funciona especialmente bem com bases com acabamento mais seco.
Notas Adicionais:
*Com as utilizações fui-me apercebendo da quantidade ideal necessária para o efeito pretendido. Usar demasiado produto ou empilhá-lo com várias camadas pode deixá-lo com um aspecto marcado e esbranquiçado.  
*A aplicação deve ser feita por zonas, de forma rápida, limpando os dedos entre aplicações, porque o produto seca muito rápido e tem tendência a acumular se usado em demasia. 
*Não recomendo para peles normais e muito menos secas, pois é bastante matificante e evidencia pele a escamar. 
*Deve ser aplicado exclusivamente nas zonas oleosas, e não no rosto todo.  
*Após a aplicação sente-se a pele a repuxar. É um efeito normal, mas temporário. 
*Com a sua utilização regular pode haver tendência para desidratar a pele. Aconselha-se, por isso, a utilização de um bom hidratante antes (opcional) e à noite para repor os níveis de hidratação da pele. [quando comecei a utilizar o Sérum C-Vit da Sesderma à noite (review completa aqui) deixei de sentir o efeito de pele desidratada e a repuxar.] 
*Utilizo este produto diariamente há cerca de 10 meses sem qualquer problema de irritação ou acne. 
*É possível que após o exercício físico o primer reaja com a transpiração, formando com a base uma "pasta" na superfície da pele, principalmente quando a aplicação é feita por cima da maquilhagem. Certifiquem-se que limpam a pele antes ou depois do exercício, para não passarem vergonhas ;)
Performance:
- Consigo ultrapassar um dia inteiro no trabalho apenas com um "retoque" para absorver um eventual excesso de oleosidade. Por vezes passo o dia inteiro sem necessidade de o fazer.
- A oleosidade/brilho que surgem durante o dia são mínimos e não me deixam incomodada.
- Os efeitos anti oleosidade dependem muito da combinação de produtos que utilizo, e também do método de aplicação.
- Os poros ficam mais disfarçados e a maquilhagem dura mais tempo.
- Este primer não funciona com todas as bases, mas felizmente funciona na perfeição com as minhas preferidas: EX Invisiwear e Bourjois Healthy Mix Serum. Também funciona muito bem com o bb cream Missha M Perfect Cover. Fiquei com a ideia que funciona melhor com bases semi-mate, hidratantes e/ou de textura mais fluída, e não tanto com bases mais espessas e de textura e acabamento mais seco/mate (como é o caso da Air Mat da Bourjois, por exemplo).

Se como eu, sofrem com a pele oleosa, é definitivamente um produto a experimentar! 

Caso queiram experimentar, mas têm receio que não funcione com a vossa pele, podem optar pelo travel size, à venda no ebay. Comprei o meu por cerca de 16 euros (14ml), que durou quase 3 meses. Infelizmente o vendedor já não tem em stock.


Review - Sérum Antioxidante C-Vit da Sesderma



O C-VIT é um sérum antioxidante, à base de Vitamina C. 

De acordo com a marca é um "Tratamento intensivo do fotoenvelhecimento. Recomendado para todo o tipo de pele (inclusivé pele com acne e rosácea). Concentrado de ativos para potenciar os benefícios dos tratamentos anti-envelhecimento e despigmentantes. Ideal como tratamento complementar para estrias e cicatrizes."

É um produto frequentemente comparado ao Advance Night Repair da Estée Lauder, por uma fração do preço (cerca de 30euros / 30ml, online), ajuda na redução dos sinais de envelhecimento, manchas e promove a hidratação, a elasticidade e a uniformização da pele. Tem também na sua composição peptídeos e ácido hialurónico.

E o que este produto tem de especial, já que apresenta as mesmas promessas de tantos outros?

Tecnologia Sesderma:
A Sesderma, para quem não sabe, é uma marca espanhola pioneira na indústria da cosmética dermatológica. Tem feito importantes descobertas na forma como consegue levar os ingredientes às camadas mais profundas da pele, resultando numa redução significativa da profundidade das rugas e em melhorias dramáticas na elasticidade, firmeza e aparencia jovem da pele.

A maioria dos produtos cosméticos, cremes, loções e seruns, mantém-se nas camadas superficiais da epiderme porque as suas moléculas são demasiado grandes para penetrar na barreira natural da pele. A Sesderma fez uma importante descoberta neste aspecto: através da utilização de uma tecnologia nano e liposomal, os ingredientes activos dos produtos são encaminhados para as camadas mais profundas da pele, onde conseguem escapar aos efeitos oxidantes da luz, calor e ar, produzindo melhores resultados.

O segredo não está apenas nos ingredientes activos, mas naquilo que envolve os ingredientes. Através de uma nanotecnologia, reduziram o tamanho das "cápsulas" (liposomas) que contém os ingredientes activos em partículas 3.000 vezes mais pequenas que os poros da pele. Isto significa que os ingredientes são absorvidos pelas camadas mais profundas da epiderme, onde produtos comuns não conseguem. O corpo aceita estes ingredientes activos porque entende-os como parte da sua própria estrutura celular.

- A resolução do problema da utilização da Vitamina C como ingrediente activo:
No caso concreto do ingrediente activo Vitamina C, o grande problema da sua utilização é a sua falta de estabilidade - fica automaticamente degradada na presença de oxigénio. A Sesderma inventou uma nova forma de estabilizar a Vitamina C para que este ingrediente se mantenha intacto até às camadas mais profundas da pele. Usa Ascorbil Glicosídeo, uma forma avançada de Vitamina C que é mais estável e produz resultados mais duradouros que as fórmulas convencionais. Estimula a sintese do colagéneo nos fibroblastos (as células mais comuns no tecido conjuntivo que produzem resultados superiores na consistência e elasticidade da pele). Também funciona como antioxidante para prevenir e tratar manifestações de fotoenvelhecimento na pele, incluindo desidratação, rugas, perda de firmeza e manchas do sol.



A minha opinião:
Em termos práticos este sérum é tudo o que procuro num bom sérum: acessível; bons ingredientes; textura fluída; facil de absorver pela pele; eficácia que se nota no aspecto geral da pele; cheirinho muito agradável a laranja; quantidade que rende.

Esta marca tem-me surpreendido bastante com os seus produtos, e este foi de longe o que mais gostei. Comecei a utilizá-lo num momento em que sentia a pele a repuxar muito por causa dos produtos de controlo de oleosidade que utilizo de dia, e além de tratar e prevenir a desidratação da minha pele, noto-a mais bonita e uniforme (tem claramente um efeito superior ao Vinoperfect e ao Vinosource da Caudalie, além de conjugar os efeitos destes dois seruns num só).

Ainda não o utilizo há tempo suficiente para tecer uma opinião sobre a atenuação das manchas em particular, mas estou muito satisfeita com os efeitos na minha pele e tão cedo não o largo! :) Utilizo-o todas as noites antes do meu hidratante, porque de dia prefiro usar produtos que ajudem a controlar a oleosidade.

Podem encontrá-lo facilmente em farmácias ou online.

quinta-feira, 3 de março de 2016

Review | Água Micelar Garnier - Campanha Youzz.net

Para quem não sabe, existe uma comunidade na Internet, youzz.net, que dá a oportunidade de participar em companhas de várias marcas conhecidas de produtos, e em troca os youzzers têm de partilhar a sua opinião pessoal e sincera sobre a sua experiência com esses produtos.

Estou inscrita neste website há uns anos, e até agora participei apenas em 3 campanhas, principalmente por ter estado pouco atenta em grande parte do tempo, e também porque participo nas campanhas dos produtos que realmente me interessam e se adequam às minhas necessidades e gostos pessoais.

Quem estiver interessado/a pode inscrever-se através do seguinte link, o acesso é livre e gratuito!

O produto em questão na actual campanha em que estou a participar é a Água Micelar da Garnier. Na verdade esta água micelar já não é grande novidade no mercado, e eu própria já a utilizo há bastante tempo na minha rotina, e já utilizei várias embalagens.

Decidi candidatar-me a esta campanha porque gosto realmente do produto e por isso acho que sou a pessoa ideal para o divulgar junto de familiares, amigos, colegas de trabalho e outros.  


GARNIER ÁGUA MICELAR: O TUDO EM 1

GARNIER lança uma água de limpeza com uma tecnologia micelar - as micelas são os agentes responsáveis pela remoção das impurezas - uma tecnologia, conhecida pela sua elevada eficácia e por ser suave para a pele, mesmo a sensível. As micelas são esferas de surfactantes que atuam como um íman, atraindo e captando as impurezas, a maqui­lhagem e o excesso de sebo. A água transporta as micelas, sem ser necessário esfregar a pele.

Eficácia Micelar: uma nova geração de limpeza em Garnier

1. Multizonas
A Água Micelar tudo em um atua em toda a superfície da pele, para uma rotina diária de limpeza completa que inclui rosto, olhos e lábios. 

2. Todo o tipo de pele
A Água Micelar GARNIER adapta-se a todos os tipos de pele, incluindo a sensível. Contrariamente a muitos outros produtos de limpeza de rosto, depois de aplicar a Água Micelar da Garnier para limpar ou desmaquilhar, não é necessário passar o rosto por água.

O que recebi da campanha
- 1 carta de boas-vindas;
- 1 embalagem de Água Micelar GARNIER 400 mL;
- 5 amostras de Água Micelar GARNIER para oferecer às amigas, familiares e conhecidas;
- 5 vales de desconto no valor de 2,00 € na compra de uma Água Micelar GARNIER;
- 1 bloco de questionários para amigos.

Modo de Utilização
1) Embeber um disco de algodão desmaquilhante com água micelar.
2) Para retirar a maquilhagem dos olhos, deixar actuar durante alguns segundos. Remover através de movimentos verticais descendentes. Deslocar o disco desmaquilhante do interior para o exterior até remover a maquilhagem por completo. Dicas: deves evitar gestos horizontais e circulares durante a desmaquilhagem dos olhos; caso hajam restos mais dificeis de remover podes utilizar um cotonete embebido.
3) Para desmaquilhar o rosto, passar um disco de algodão embebido por todo o rosto. Insistir na zona T.
4) Proceder com o resto da rotina, não esquecendo a hidratação da pele.

Nota: a marca indica não ser necessário enxaguar com água, mas pessoalmente faço-o (ou passo tónico a seguir) e aconselho a fazê-lo. Porquê? A água micelar tem detergente (surfactantes) - se agitarem a embalagem vão ver espuma, e não é suposto nenhum detergente permanecer em contacto com a nossa pele. Deixei de sentir irritações na minha pele quando comecei a ter este cuidado.

___

Sabem aquelas alturas em que queremos usar aquele pincel de rosto ou de olhos, mas está sujo? A água micelar também pode ser utilizada para uma limpeza rápida. Passo o pincel num disco embebido com água micelar e depois esfrego um pouco num lenço de papel seco e limpo. O pincel fica pronto a utilizar em segundos! (não substitui uma lavagem mais profunda, ok? ;) )

Outra função é a correção do eyeliner ou da maquilhagem. Coloco a água micelar num disco de algodão, passo um pincel recto no produto, e depois corrijo o eyeliner! Fica perfeito! 

O Produto
Tem uma textura de água. Não tem perfume. Adequada para todos os tipos de pele, incluindo sensíveis. 

Na minha pele não arde, nem causa irritações. É adequada para utilizar nos olhos, no entanto aconselho cuidado na aplicação, pois pode arder um pouco.

Opinião Final | Recomendo?
Devido a ter pele oleosa e com tendência acneica, nunca faço a desmaquilhagem e limpeza da pele num só passo. Mesmo quem não tenha a pele com estas características deve fazê-lo para se certificar que a pele fica completamente limpa.

Utilizo então a água micelar exclusivamente para desmaquilhar o rosto e olhos, com a ajuda de um disco de algodão. Depois lavo o rosto com o meu gel habitual, aplico tónico, de seguida o sérum e o hidratante.

Gosto bastante do produto e aconselho pela sua eficácia, relação qualidade preço e pelo facto de não ter perfume e não irritar a pele. Mesmo a maquilhagem dos olhos é retirada com facilidade, sem arder. Não funciona muito bem com maquilhagem à prova de água, mas é algo que não utilizo, por isso não acho um problema.

Tive oportunidade de distribuir amostras e vales de desconto pelas minhas amigas e colegas de trabalho, e todas gostaram do produto, principalmente por seu um tudo-em-um e pela sua eficácia na remoção da maquilhagem.

Recomendado! :)

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Review | Melhor Corrector de Sempre: Esteé Lauder Double Wear Concealer

Hoje trago-vos uma pequena revisão sobre o meu corrector preferido até hoje e que neste momento já está a dar as últimas e a precisar de ser reposto: o Double Wear Stay-In-Place Flawless Wear Concealer da Estée Lauder. (referido neste post sobre compras, de Março de 2015)



Farta de gastar "pequenas" quantias em correctores de supermercado que se transformaram em grandes quantias pelas vezes que tenho de os recomprar, ou por outro lado, pelas vezes que coloquei alguns de lado, decidi procurar na fasquia mais alta. 

Através de uma pesquisa apercebi-me da existência de revisões óptimas sobre o Double Wear, particularmente entre bloggers nacionais, apesar de não ver muitas gurus internacionais a usá-lo/referi-lo. Achei que poderia valer a pena pois o que prometia fazer ia ao encontro das minhas necessidades. Comprei na Perfumes e Companhia por cerca de 18 euros, já com 20% de desconto.

18 euros parece caro sim... mas e se eu vos disser que os "míseros" 7 ml deste corrector duraram até este momento 11 meses com utilização diária? E que cobre muito bem a olheira com um aspecto iluminado, sem ser notória que estamos a usar corrector? E que dura o dia todo? E que não acumula nas linhas, principalmente se usarmos pó para fixar? E que tem uma textura muito cremosa e super fácil de espalhar (com a Beauty Blender então fica 5 estrelas)? E que a sua fórmula é oil free e tem um factor de protecção solar 10?

Tudo isto neste pequeno tubinho que valeu cada cêntimo! Depois desta experiência não volto tão cedo a correctores de supermercado e já voltei a comprar ;)

NOTA: para referência, o meu tom MAC é o NC20/25. Comprei o Double Wear na cor Light Medium. Pareceu-me um pouco escuro e rosado ao início, mas na verdade funde-se muito bem no meu tom de pele, seja na cor de verão ou de inverno.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Escolha de um Modelador de Cabelo e Review | Automáticos ou Manuais?


O meu cabelo é daqueles que não se decide. Não é completamente liso, não é ondulado, não é encaracolado. Seco ao natural fica rebelde, com frizz e com uns jeitos estranhos e por isso opto por utilizar um ferro de alisar para "dar um jeito" após lavar e secar. Não sinto necessidade de passar o ferro novamente até voltar a lavar. Isto depois de ter investido num bom aparelho (que falarei mais tarde aqui no blog).

Mas a verdade é que adoro ver cabelos com ondulações, e por isso há uns 3 anos atrás quando precisei de recomprar um alisador, procurei um que desse para fazer ondulações. O Creativity da IMETEC aparecia em várias pesquisas, e depois de muito ler sobre as várias opções decidi comprá-lo. FAIL: apesar de ser um aparelho com formato arrendondado, especifico para alisar ou encaracolar, nunca percebi porque é que tinha uma borracha à volta das pranchas, que para além de causar atrito, puxavam o cabelo e magoavam. Claro que nunca cheguei a utilizá-lo para esse fim. Felizmente safava-se bem a alisar e nunca deu problemas, até ser substituido.

Numa segunda tentativa, há cerca de dois anos adquiri um ferro cónico. Ao todo utilizei-o três vezes, e o resultado não me agradava. Os caracóis ficavam demasiado armados, o efeito não era uniforme, e ficava estranho. Isto sem mencionar o trabalhão a enrolar o cabelo, o tempo que demorava e o ter de equilibrar o ferro para não me queimar. Também tentei com ferro de alisar, e o insucesso manteve-se.

Já tinha desistido de utilizar este tipo de aparelhos, e eis que na internet descubro os recentes modeladores automáticos! Vi dezenas de reviews e percebi que o aparelho funciona exactamente como demonstrado no anúncio, e é tudo o que procurava! Comecei por conhecer o Babyliss Miracul, depois o Pro Perfect Curl, o Curl Secret, e por fim o Rowenta So Curls. Os 3 primeiros pertencem à marca Babyliss, sendo que actualmente circulam muito mais aparelhos semelhantes de diferentes marcas, e réplicas também.

Babyliss Miracurl Nano Titanium 
Versão profissional da Babyliss, à venda sobretudo no continente americano - site oficial aqui


Babyliss Pro Perfect Curl
Versão profissional da Babyliss, à venda no mercado do Reino Unido- site oficial aqui

Babyliss Pro Miracurl
Versão profissional da Babyliss, à venda no mercado europeu - site oficial aqui
Este é o modelo oficial à venda em Portugal. Podem encontrá-lo à venda nas lojas RR Center (Grupo Rui Romano), que é um revendedor autorizado oficial da marca Babyliss Pro - PVP 170 euros

Babyliss Curl Secret
Versão doméstica à venda no mercado europeu - site oficial aqui. No continente americano esta versão é vendida sob a marca Conair (do mesmo grupo da Babyliss)
À venda na Worten e Radio Popular - PVP 99 euros


Na altura estava indecisa entre o Babyliss Curl Secret (versão doméstica) e o Pro Perfect Curl / Miracurl (versão profissional). Face à diferença de preço optei pelo primeiro, e arrependi-me logo depois. O aparelho é exactamente o que precisava, deixa o cabelo com aspecto saudável e brilhante, mas ao contrário do Pro Perfect Curl não tinha a opção de escolher a direcção dos caracóis. Pensei que essa opção não iria fazer diferença para mim, mas a verdade é que limita bastante os resultados. Tentei contornar essa opção através da constante mudança de posição do aparelho quando o estava a utilizar, mas demorava muito mais tempo e era preciso alguma coordenação.

Foi então que conheci o modelo So Curls da Rowenta, e tendo o mesmo preço do Curl Secret, não hesitei em vender o meu Babyliss para adquiri-lo.



E porque imagens valem mais que mil palavras, podem assistir ao vídeo demonstrativo da marca aqui.

O que é o Rowenta So Curls?

É um modelador automático que suga a madeixa de cabelo automaticamente à volta de um cilindro aquecido, com revestimento de cerâmica e turmalina. Permite obter desde ondas naturais a caracóis definidos, e tem diferentes opções de temperatura para vários tipos de cabelo.


Características do Aparelho (retirado do website da Rowenta)
  • Cilindro com revestimento de Cerâmica e Turmalina
  • Temperatura regulável: 170ºC, 200ºC e 230ºC – para resultados duradouros em todos os tipos de cabelo - 170º para cabelos finos ou pintados; 200º para cabelos normais; 230º para cabelos espessos;
  • Temporizador com 4 posições: 6seg, 8seg, 10seg e 12seg – para obter desde ondas naturais /6 seg.) a caracóis perfeitos e definidos (12 seg.)
  • Controlador de rotação: esquerda (L), direita (R) e alternado (A) – para obter desde penteados naturais a clássicos
  • Aquecimento rápido: 30 segundos
  • Indicador luminoso de modo pronto a iniciar
  • Indicador sonoro de ondulação pronta
  • Modo de suspensão - A temperatura desce aos 50ºC ao fim de 20 minutos da não utilização
  • Auto-Off: 60 minutos
  • Acessório de limpeza
  • Cabo rotativo​
Como utilizo o So Curls (válido para qualquer modelador automático)
  • Ligo o aparelho à tomada e aguardo até a luz parar de piscar;
  • Aplico spray protector de calor em todo o cabelo com alguma distância para evitar ficar húmido; caso fique húmido aguardo até secar ou utilizo um pouco o secador (é muito importante não utilizar ferros quentes em cabelo húmido, caso contrário o calor acaba por "fritar" o cabelo e danificá-lo bastante); 
  • Desembaraço muito bem o cabelo com a escova (este é um passo crucial para que o cabelo não fique emaranhado no aparelho);
  • Divido o cabelo ao meio, para os dois lados da cabeça, e faço um lado de cada vez;
  • Começando pelas madeixas de baixo separo um bocado de cabelo, e seguro o restante com uma mola no topo da cabeça;
  • Selecciono a temperatura e o tempo; o que utilizo mais frequentemente é a temperatura 200º e o tempo de 8 seg. ou 10 seg.;
  • Quando quero mais volume e um efeito descontraído/natural selecciono a direcção "alternado", que faz automaticamente caracóis para a esquerda e para a direita alternadamente; quando quero os caracóis virados para fora, para um efeito mais uniforme, selecciono a direcção "esquerda" para fazer o lado direito, e a direcção "direita" para fazer o lado esquerdo; 
  • Com o aparelho na horizontal (é o que me dá mais jeito), insiro a madeixa na abertura sinalizada com setas brancas, aperto a pega e espero pelos 4 bips consecutivos que sinalizam o fim do tempo seleccionado;
  • Terminada uma série de caracóis, coloco-os para trás das costas e seguro-os com uma mola; depois solto mais umas madeixas da mola que coloquei no topo da cabeça, e repito;
  • Espero no mínimo 5 minutos para deixar arrefecer todo o cabelo ou utilizo o secador na temperatura fria, caso contrário os caracóis não fixam a sua forma. Para soltar os caracóis para um efeito mais natural passo os dedos nas madeixas (por vezes utilizo um óleo); para um efeito mais soft e ondulado opto por utilizar um pente de dentes largos.
  • Não tenho por hábito utilizar spray fixador no final porque fico satisfeita com a duração dos resultados no meu cabelo (as ondulações chegam a durar 3 dias), mas fica ao critério de cada um.

As minhas considerações adicionais
  • Poderá ser mais fácil utilizar o aparelho na vertical como demonstrado no anuncio da marca, sempre com as setas viradas para a vossa cabeça; pessoalmente dá-me mais jeito na horizontal;
  • As madeixas não devem ter mais de 3cm de largura e 65cm de comprimento - quanto menor a largura da madeixa, mais definido será o caracol; quanto maior o comprimento do cabelo, menor terá de ser a largura da madeixa;
  • Quando é colocado demasiado cabelo ou o cabelo não está bem desembaraçado, o aparelho não vai conseguir enrolar o cabelo correctamente, apita consecutivamente e faz rotação para o lado contrário, para que seja mais fácil retirar o cabelo e refazer o processo;
  • O aparelho deve ser posicionado na parte da madeixa onde a ondulação deve começar;
  • Como todo o cabelo se mantém dentro da câmara a receber calor por todos os lados, é natural que com a utilização regular o dano no cabelo seja significativo. Recomendo por isso uma utilização responsável para evitar ressecar o cabelo e provocar danos irreversíveis.
  • Gosto bastante do facto deste aparelho deixar o meu cabelo com um aspecto bastante saudável e bonito, com brilho.

Os resultados no meu cabelo
(Temperatura mínima - 170º; 12 seg.; alternado)
Nesta utilização não fiquei totalmente satisfeita com os resultados. Devia ter usado a temperatura média (200º) para uma maior definição dos caracóis.

Demorei cerca de 20-25 minutos a modelar todo o cabelo, mesmo tendo pouco cabelo e com tendência a fino.

Vantagens em relação ao Babyliss Curl Secret
  • Posso escolher a direcção dos caracóis;
  • 4 opções de tempo para diferentes efeitos e 3 opções de temperatura para diferentes tipos de cabelo;
  • Design mais leve e compacto;
  • Cilindro com revestimento de cerâmica e turmalina (o Curl Secret é apenas cerâmica);
  • Fica pronto a utilizar em menos tempo;
  • O mesmo preço num aparelho mais completo.

A minha opinião
Por ter experimentado a versão (embora doméstica) do Babyliss - o Curl Secret, o modelo da Rowenta não me deixou tão satisfeita como eu esperava.

Apesar de já saber utilizar o Curl Secret, com o So Curls tive de reaprender o modo de utilização. Porque o So Curls não abre e fecha, ou seja, apenas se insere o cabelo numa pequena ranhura e pressiona-se a pega para puxar o cabelo, não cheguei a apanhar totalmente o jeito. Utilizei-o na posição horizontal, como fazia com o Babyliss, mas tive de ter mais cuidado com o tamanho da madeixa, pressionando-a no aparelho, certificando-me que fica totalmente dentro da abertura e numa posição completamente paralela ao aparelho. Como o Babyliss abre e fecha, é mais simples e rápido colocar a madeixa na abertura, além de aceitar madeixas um pouco mais largas (poderão ver neste vídeo o quão largas as madeixas podem ser com o Curl Secret).

Apesar da Rowenta indicar que podemos usar uma madeixa até 3cm de largura, o facto é que com o So Curls sou obrigada a utilizar madeixas mais pequenas que com o Babyliss, e tenho de ter especial cuidado e jeito a colocá-las na ranhura da câmara. Infelizmente é muito fácil o cabelo ficar preso (embora também seja muito fácil soltá-lo, sem qualquer problema), e isso aconteceu-me muitas vezes nas duas utilizações. 
Esses "especiais cuidados" tornam-se contratempos, fazendo com que o processo fique mais longo do que seria normal. Lembro-me que com o Babyliss bastou uma utilização para me habituar ao aparelho e a partir daí passei a utilizá-lo de forma intuitiva e sem pensar no que estava a fazer, e com o So Curls tenho de estar atenta à forma como coloco o cabelo na câmara, se a madeixa é demasiado larga, depois encrava e tenho de repetir o processo, etc. É algo que não estou disposta a aceitar porque o aparelho é bastante caro e serve exactamente para nos facilitar a tarefa de encaracolar o cabelo, pressupondo-se que com o tempo essa tarefa leve menos tempo.

Depois de experimentar o So Curls fiquei com maior certeza de que valeria a pena gastar os 170 euros na versão profissional da Babyliss e foi o que fiz (devolvi o So Curls dentro dos 15 dias após a compra). Sim, é extremamente caro e nem toda a gente está disposta a dar esse valor por algo deste género. Mas pessoalmente prefiro dar um pouco mais e ficar totalmente satisfeita, do que optar por algo mais barato e andar constantemente a pensar no assunto.

Porque não uma réplica?
Os modeladores automáticos originais da Babyliss foram os que apresentei no inicio desta (longa) review. Existem muitas réplicas a circular actualmente no mercado, iguaizinhas no aspecto e na embalagem, e a Babyliss já alertou para esse facto no site oficial.

Quero desde já clarificar que não sou contra réplicas. Eu própria já adquiri réplicas de outros produtos antes. Também não sou contra quem opte por comprar uma réplica, desde que por um preço justo e com conhecimento de que é uma réplica.

Apesar disso quero alertar para as desvantagens de adquirir uma réplica deste produto.

Em primeiro lugar, a generalidade das réplicas actualmente disponíveis no nosso país, ou mesmo online, são do Pro Perfect Curl (preto) e do Miracurl (azul). Estas réplicas são adquiridas na China (através do site aliexpress.com, ou outros do género), e revendidas. Cheguei a ver um à venda numa loja chinesa local, por 40 euros. Mas a generalidade à venda online, por exemplo no OLX, ronda os 70/80 euros. No ebay também existe um elevado risco de comprar uma réplica pelo preço de um original.

Sim, o aparelho é exactamente igual no aspecto. Sim, não tem (aparentemente) qualquer diferença no funcionamento. Sim, os resultados são igualmente satisfatórios. Sim, é muuuito mais barato. Então, porque não uma réplica?
  1. Não tem garantia
  2. A vida útil do aparelho é potencialmente menor
  3. O funcionamento e performance não é exactamente o mesmo (tenho termo de comparação, porque tive oportunidade de experimentar uma réplica)
  4. O material não é o mesmo, principalmente o que se encontra dentro da câmara. A diferença de preço não vem só da marca. Hoje em dia os chineses estão cada vez melhores com as réplicas, mas para a vantagem do preço o material utilizado no seu fabrico não é, nem pode ser o mesmo. Quem vos garante que o revestimento do cilindro que enrola o cabelo é de titânio / cerâmica nas réplicas? Utilizariam um alisador/ ferro de encaracolar sem revestimento de qualidade no vosso cabelo? E em relação à temperatura que atinge o aparelho? Os materiais podem influenciar e muito, e se forem de má qualidade provocam oscilações de temperatura. O risco é o de estarem a danificar significativamente o vosso cabelo, resultando em cabelo seco, fraco e quebradiço. Nem um bom protector térmico vos salva.  Existe também um maior risco de enroscar o cabelo numa réplica. Vale a pena arriscar? 

Qual aconselho?
Face à informação acima exposta, não aconselho de todo comprarem uma réplica.

Para quem não está disposta a dar 170 euros pela versão Profissional da Babyliss, tem pouco cabelo, fino a normal, e ao experimentar deu-se bem com o aparelho, recomendo o da Rowenta. Podem encontrá-lo a 99 euros na Worten, Radio Popular ou Media Markt. Pode ainda assim ser um pouco caro, mas acho um óptimo investimento para quem gosta de fazer caracóis e ondulações no cabelo mas não consegue apanhar o jeito com os ferros tradicionais, ou costuma ir ao cabeleireiro para o fazer. Certamente não se vão arrepender.

Para quem tem o cabelo mais grosso e encorpado, ou muito cabelo, ou querem um aparelho de utilização mais intuitiva e rápida, aconselho um dos modelos da Babyliss (Curl Secret ou Miracurl).

Para quem não é muito exigente nos efeitos, e pretende apenas variar o look, aconselho o Curl Secret, que alterna automaticamente a direcção dos caracóis para um efeito natural. É super prático, rápido e fool proof. Apesar de com o Miracurl eu ter a opção de escolher a direcção dos caracóis, a maioria das vezes opto pela opção "Automático", e apenas escolho a direcção nas madeixas à volta do rosto. O resultado é muito bonito, e dura dias! Quanto tempo demoro? Na direção automática, e com o temporizador nos 8 segundos, demoro 10 minutos a fazer o meu cabelo todo (tenho o cabelo com espessura normal com comprimento ao nível dos seios).

Se tiverem receio de não se adaptarem ao So Curls (ou ao Curl Secret), aconselho a adquiri-lo na Media Markt, que face à sua política de devoluções aceita a devolução do aparelho no prazo de 15 dias a partir da compra, sem grandes porquês, desde que o aparelho e a embalagem estejam impecáveis. Foi o que acabei por fazer, e de uma vez por todas dirigi-me à RR Center da minha zona para adquirir o Babyliss Miracurl, pela ("módica") quantia de 163 euros (tive direito a um pequeno desconto). Sim, foi caro, mas tenho a certeza que me vai durar anos e anos, e agora sim estou realmente satisfeita com o produto.

A minha escolha: Babyliss Miracurl
Como já mencionei acima, a minha escolha recaiu sobre o Miracurl da Babyliss:

Apesar de me ter custado dar os 160 euros, a verdade é que (na altura) fiquei satisfeita com a compra e usava-o uma vez por semana. Gostava do efeito que fica no cabelo sempre que o utilizava, e durava dias até eu o lavar novamente! Utilizava sempre a temperatura mais baixa, 170º, e depois variava no número de segundos, conforme o efeito que pretendia: geralmente 10 segundos nas madeixas de baixo, e 8 segundos das madeixas de cima. Na franja deixava cerca de 4 segundos.

O modelador automático substitui o manual?
Eu achava que sim, mas à medida que fui utilizando o automático percebi que as opções de resultados são muito limitadas, principalmente no meu cabelo, que é comprido. O Miracurl tem um diâmetro bastante pequeno (não sei se chegará a 2cm/2,5cm), e além disso limita a quantidade de cabelo que se pode utilizar para cada mecha. Isto significa que os caracóis/ondas vão ficar mais pequenos, mesmo na temperatura mais baixa e deixando menos segundos. Ou seja, é complicado obter um efeito mais ondulado e solto, com ondas mais naturais, estilo Victoria Secret.

Por isso mesmo, para cabelos médios a compridos, ou mesmo curtos, que pretendam um aparelho totalmente versátil que permita caracóis mais apertados, ou ondas mais soltas, esta não deverá ser a escolha. Faz o trabalho todo por vocês, sim, mas isso implica que vocês deixem de controlar a técnica, e por isso o número de resultados diferentes vai ser muito limitado, ou seja, com um modelador manual todas as seguintes variáveis vão influenciar o resultado: tempo de contacto com o ferro; utilização com pinça; utilização sem pinça; forma de enrolar o cabelo no ferro; posição do modelador (vertical/horizontal); quantidade de cabelo; etc. Ou seja, são bastantes as variáveis que influenciam e que vocês podem alterar para diferentes looks.

Entretanto tive oportunidade de experimentar um modelador convencional, e apercebi-me que não é assim tão dificil de utilizar, e que até leva pouco tempo, dependendo do resultado que queremos. A utilização não é tão intuitiva à primeira mas a prática faz a perfeição.
O meu principal erro na primeira compra deste género foi ter optado por um modelador cónico sem pinça, pois é um modelador muito especifico, e por isso com resultados também muito especificos.

Para quem não é muito exigente e queira de facto um modelador que faça o trabalho todo, aconselho um automático.

Para quem, como eu, gosta de ter um aparelho versátil, que dê para vários resultados, aconselho um convencional. Caso tenham cabelo médio a comprido e queiram ter apenas um modelador com versatilidade, aconselho sem dúvida o diâmetro de 25mm com pinça.

Depois de alguma pesquisa, e sendo uma utilizadora satisfeita de um alisador da GHD, optei por um modelador que é lançamento recente da marca.


A minha escolha final
Comprei o meu "GHD Curve Classic Curl Tong" de 25mm numa loja online portuguesa por cerca de 160 euros, já com 5% de desconto - link.
[Neste momento está 30 euros mais barato no  site da Lookfantastic.com (com ficha inglesa) - NOTA: basta depois utilizarem um adaptador e funciona perfeitamente nas tomadas portuguesas (o meu alisador funciona dessa forma)]



Sim, foi caro, mas espero que me dure longos anos e que poupe a saúde do meu cabelo, dentro do possível, comparativamente a marcas mais baratas. Neste aspecto não me importo de pagar um preço premium por um excelente produto (boa performance com bons materiais e garantia da marca). Podem vê-lo aqui em acção.

É muito fácil e rápido de utilizar, aquece literalmente em segundos, o cabelo fica com um aspecto macio e brilhante e as ondulações duram horas sem fixador. No dia seguinte ainda tenho leves ondulações, com um aspecto muito natural.

Estive super indecisa entre o de 25 e o de 32mm, mas optei pelo mais pequeno porque é de facto mais versátil. É mais fácil fazer ondas maiores com um ferro mais pequeno, do que ao contrário (basta utilizar madeixas maiores). Além disso, as ondas acabam por soltar-se mais ao longo do dia, e por isso com o de 25mm existe tendência do penteado durar mais. Outra vantagem é que caso queira cortar o cabelo curto/médio, o de 32mm pode torna-se demasiado largo para determinados efeitos. Versatilidade é o que pretendo acima de tudo.

Neste momento sim, posso dizer que estou totalmente satisfeita, e recebo constantemente elogios sobre o meu cabelo quando utilizo o modelador, e nos dias seguintes :)

Se estiverem dispostas a pagar o preço indicado, sem dúvida que recomendo muito este produto! :)



sábado, 20 de junho de 2015

#1 Chegou do... Aliexpress - Réplica Foreo Luna - Pele Mista a Oleosa

Antes de iniciar a review, um pequeno disclaimer: sim, vou falar de uma réplica. Caso não sejam a favor, por favor ignorem este post.

Este é um aparelho que talvez já seja familiar a muitas de vós, até porque tenho visto cada vez mais bloggers portuguesas a mencioná-lo, sob cortesia da marca. Se não conhecem podem consultar mais informações no site oficial da marca.

Até agora os aparelhos de limpeza de pele assustavam-me, principalmente aqueles que utilizam escovas de nylon, tipo Clarisonic. Por mais que hajam escovas especificas para as peles mais sensíveis, não deixa de me parecer uma autêntica agressão para a pele. Utilizá-lo diariamente? Nunca na vida! Acho demasiado agressivo, e nem quero imaginar o que faz realmente à pele a médio/longo prazo com uma utilização regular. Simplesmente não é para mim...

Foi então que me cruzei com reviews do Foreo Luna no Youtube e fiquei curiosa. Mas dar 119-199 euros por um aparelho de limpeza de pele? Humm... era uma ideia que não me agradava minimamente na altura! Por esse preço teria mesmo de vir com uma garantia de fazer milagres.

Como utilizo bastante o Aliexpress, deparei-me com a venda de réplicas deste produto, e decidi comprá-lo pela quantia de 20 euros, já com portes. Pareceu-me um preço bastante razoável, mesmo para uma réplica. Escolhi a versão azul, indicada para pele mista a oleosa.

O produto veio numa embalagem em tudo semelhante à original, e o aparelho aparentemente é igualzinho, zero defeitos. Digo aparentemente, porque fui à Douglas, estive com um original na mão, e pude notar uma diferença visível na parte exfoliante.




Diferenças para o original: cerdas mais curtas e rígidas; bateria dura bem menos (e não as 450 utilizações que a marca publicita); não emite aviso nos momentos em que é suposto alternar entre as zonas do rosto ou para terminar a exfoliação (a marca aconselha 15 segundos por cada zona do rosto - esquerda, direita, queixo, testa/nariz). 

Quanto à eficácia? É um óptimo aparelho para fazer uma exfoliação ao rosto, seja diariamente, seja algumas vezes por semana, mesmo nas peles mais sensíveis (claro que devem sempre optar pela versão adequada ao vosso tipo de pele). Dispensa a utilização de um exfoliante especifico, pois podemos usar o nosso gel de limpeza habitual. É prático e suave, e ajudou-me bastante a prevenir e a tratar poros obstruídos. A pele fica muito suave ao toque após a utilização. Se faz milagres? Só por si talvez não, mas ajuda bastante numa limpeza eficaz do rosto, e isso sim pode fazer diferença, principalmente nas peles mais problemáticas.

Quando o comprei ainda estava a terminar o tratamento com Isotretinoína, e nessa altura achei que era desnecessário estar a sobrecarregar a minha pele com exfoliação física, já que o medicamento por si só já acelera bastante a renovação da pele. Cheguei a tentar, mas fiquei com a pele irritada e surgiram algumas borbulhas típicas de pele irritada (basicamente inflamações vermelhas, sem qualquer sinal de pus).

Três meses após o fim do tratamento, e por qualquer motivo (não cheguei a perceber bem porquê), comecei a sentir aqueles poros obstruídos (comedões) na zona das bochechas, e entrei em pânico! Decidi começar a usar o Luna a cada dois dias à noite com o meu gel de limpeza da Bioderma, e duas semanas depois os comedões estavam praticamente "eliminados" sem terem inflamado, o que é excelente, e por isso decidi avançar com esta review. Entretanto descobri o produto que estava a causar obstrução dos poros e descontinuei o seu uso.

Não quer dizer que funcione da mesma forma para toda a gente, mas acho um óptimo aparelho para complementar a limpeza diária da pele. Se vale os 199 euros? Confesso que não fiquei suficientemente impressionada com a réplica para achar que valeria a pena dar quase 200 euros pelo aparelho original equivalente. Mas entretanto deu-me uma súbita vontade consumista, que juntamente com a premissa de que as réplicas estão aquém de serem exactamente iguais aos originais (e pude concluir exactamente isso depois de mexer e experimentar um original), acabou por me levar a comprar a versão mini por 95 euros na Douglas (aproveitei o desconto que estavam a fazer naquele dia).


Ninguém diria... há uns meses atrás não colocaria sequer a hipótese de dar tanto dinheiro por um aparelho destes. Mas estamos a falar da minha pele, algo a que eu dou bastante importância, e de qualquer das formas vou precisar de usar exfoliante com regularidade - então porque não investir num aparelho exfoliante que me vai durar pelo menos 2 a 3 anos (espero eu)? Decidi que valia a pena, não só porque notei diferenças comparativamente a utilizar a réplica, mas também porque iria evitar a procura de um exfoliante adequado. Notei que o original era muito mais suave e menos agressivo para a minha pele, porque as cerdas são mais suaves e mais compridas. Com a utilização da réplica notava por vezes pequenas borbulhas devido à irritação da pele, algo que não me acontece com o original.

Se estiverem curiosos quanto a este produto, aconselho a comprarem uma réplica para verem como funciona convosco. A aquisição da réplica deu-me mais segurança na compra do produto original, e deu-me também informação suficiente para perceber que não valeria a pena optar pela versão normal. Ao contrário da versão normal, a versão mini tem apenas duas opções de intensidade de pulsação, e não tem a função anti-idade. Como nunca utilizei mais do que duas intensidades na réplica (que tem 8 opções tal como o original) e a função anti-idade parece-me desnecessária e mais uma questão de marketing do que outra coisa, achei que a versão mini era suficiente e fiquei bastante satisfeita (farei review brevemente).

O link onde comprei a réplica já não está disponível e a loja já não vende o produto, mas podem encontrá-lo no Aliexpress em vários vendedores pesquisando por "foreo" ou "luna". Não estranhem haver poucos vendedores e com pouca classificação, e haver fotos que só mostram o cabo e acessórios. Com réplicas é normal que assim seja. No meu caso, comprei num anúncio que apenas mostrava o carregador, a bolsa de transporte e pouco mais, mas a descrição do anúncio era clara. Quando efectuei a compra escolhi a cor e o cabo (EU). Também têm disponível a versão mini. Têm aqui um bom exemplo com  excelente feedback. Caso tenham dúvidas peçam sempre informações e fotos reais ao vendedor para confirmar.